Filosofia

Como permitir que seus alunos ou equipe sintam-se livre

Trecho retirado do livro A Lição Final, de Randy Pausch, informações no final do texto.

Não se incomode com a opinião dos outros

Descobri que muitas pessoas passam grande parte de seu dia preocupadas com a opinião dos outros a seu respeito. Se ninguém se preocupasse com o que se passa na cabeça dos outros, todos nós seríamos 33% mais eficientes na vida e no tabalho.

Como cheguei a esses 33%? Sou cientista. Gosto de números exatos, mesmo que às vezes não consiga prová-los. Mas consideremos os 33%.

Eu costumava dizer a todos que trabalhavam em meu grupo de pesquisa: “Vocês não precisam se preocupar com o que eu penso. Bom ou ruim, eu os informarei do que se passa na minha cabeça.”

Assim, se algo me desagradava eu protestava, muitas vezes diretamente e nem sempre com muito tato. Porém, havia um lado positivo, pois eu era capaz de tranquilizá-los dizendo: “Se eu não disser nada, não precisam se preocupar.”

Alunos e colegas passaram a apreciar esse meu jeito e não desperdiçavam tempo se atormentando com a ideia “O que Randy estará pensando?”. Porque, na maioria das vezes, o que eu estava pensando era que os membros de minha equipe eram 33% mais eficientes do que todos os outros. Era isso que se passava em minha cabeça.

Trecho do livro A Lição Final de Randy Pausch

Pausch, Randy, 1960 – A Lição Final / Randy Pausch e Jeffrey Zaslow; tradução de Laura Alves e Aurélio Rebello. – Rio de Janeiro: Agir, 2008, p. 165.

Anúncios

1 thought on “Como permitir que seus alunos ou equipe sintam-se livre”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s