Filosofia, Inglês, Interessante

If I Had My Life To Live Over

If had my life to live over

I’d dare to make more mistakes next time.
I’d relax, I would limber up.
I would be sillier than I have been this trip.
I would take fewer things seriously.
I would take more chances.

I would climb more mountains and swim more rivers.
I would eat more ice cream and less beans.
I would perhaps have more actual troubles,
but I’d have fewer imaginary ones.

You see, I’m one of those people who live
sensibly and sanely hour after hour,
day after day.

Oh, I’ve had my moments,
And if I had it to do over again,
I’d have more of them.
In fact, I’d try to have nothing else.
Just moments, one after another,
instead of living so many years ahead of each day.

I’ve been one of those people who never goes anywhere
without a thermometer, a hot water bottle, a raincoat
and a parachute.
If I had to do it again, I would travel lighter than I have.

If I had my life to live over,
I would start barefoot earlier in the spring
and stay that way later in the fall.
I would go to more dances.
I would ride more merry-go-rounds.
I would pick more daisies.

Nadine Stair,
85 years old.


Se eu pudesse viver mais minha vida

A próxima trataria de cometer mais erros.
Não tentaria ser tão perfeito: relaxaria mais,
Seria mais tolo do que tenho sido e, de saída.
Levaria mais a sério pouquíssimas coisas.
Gostaria de ter mais chances.

Subiria mais montanhas, nadaria em rios,
Comeria mais sorvetes e menos feijão,
Teria mais problemas reais,
E menos problemas imaginários…

Eu fui uma dessas pessoas que viveu sensata
e proficuamente cada minuto de minha vida
E, é claro, em meio disso,

Oh, eu tive meus momentos.
E se eu tivesse que fazer mais deles novamente,
eu teria mais deles.
Na verdade, eu tentaria ter mais nada.
Apenas momentos, um após outro,
em vez de viver tantos anos à frente de cada dia.

Eu era um desses que não iam a nenhuma parte,
Sem um termômetro, uma bolsa de água quente,
Um guarda-chuvas e um pára-quedas.
Se eu pudesse voltar a viver, viajaria mais leve.

Se eu pudesse voltar a viver,
Começaria por andar descalço desde o início da primavera
E seguiria assim até terminar o outono.
Eu dançaria mais.
Andaria mais de carrossel.
Eu colheria mais margaridas.

Nadine Stair,
85 anos 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s