Interessante

Hoje é o Dia do Rock

Porque todo Rock é decadente? Porque todas as músicas possuem letras que levam uma pessoa a revolta, a revolta contra todos ou contra a si mesmo? Porque letras contam histórias de suicídio, assuntos macabros, criam terror, entre outras coisas?

Porque o rock não é só música, ele é uma atitude, é uma força de expressão que marca o querer da mudança, ele quer que o mundo mude ou que alguma resposta seja dada. Algumas pessoas que nascem por aqui logo de cara encontram um mundo nada perfeito, e tudo que eles enxergam em propagandas, TV, rádios, outdoors, são promessas-ilusões, que mantém você trabalhando e se interessando por coisas cotidianas, limitando as pessoas a uma vida cheia de personagens delas mesmas, compartilhando isso com outras pessoas na mesma bolha. Essas pessoas descobrem os alienados, os controlados pelo Ego, que querem que outras pessoas também sacrifiquem a essência delas só para serem como elas e se encaixarem no “mundinho” delas, o contrário disso você tem o medo. O Rock brinca com o medo.

Mas nós somos muito mais do que isso: “Somos Universos inteiros e todas as pessoas com que populamos nosso Universo são apenas sombras de outros Universos inteiros”. (Baseado em Douglas Adams.)

“Por mais inconcebível que possa parecer ao nosso senso comum, nós estamos em todos os demais seres, que também estão em nós, de modo que a vida de cada um de nós vive não é somente uma porção da existência total, mas em certo sentido é o todo.”
(Erwin Schrodinger)

Então, algumas pessoas sem descobrirem o que realmente é o mundo fazem o que estão a seu alcance: Música para mudá-lo! Quer forma melhor de se expressar do que a arte?

O Rock era feliz no começo, falava de amor e fazia as pessoas se agitarem em danças agitadas, mas onde estava o problema nele?
O Rockabilly também apresentava sua ordem de mudança, ele trouxe um comportamento que afrontavam os costumes da época, ninguém era acostumado com o tipo de música e o tipo de dança “louca” que o rock ‘n roll trouxe, era um pedido de mudança, era isso o problema no Rockabilly, que hoje não passa de um rock feliz ou talvez moda. E o Rock passou cada vez a ser menos comportado, sempre rompendo padrões.

O Rock sempre vai ser um pedido de mudança, um pedido de evolução para que a sociedade enxergue um problema ou o que está acontecendo e para isso quase sempre apresenta o lado inverso de muitas coisas consideradas certas, apresenta um lado negativo, um lado sombrio, dizendo: – Olha sociedade: o mal de que vocês falam não é o mal real, vocês é que estão agindo mal.

“Se queremos buscar a Deus, devemos buscá-lo dentro de nós mesmos, pois fora de nós jamais o encontraremos.” (Paracelso)

O mal real está nos 7 pecados capitais, está na traição, na manipulação, tudo isso com fundo no egoísmo. Algumas pessoas ao descobrirem e enxergarem isso em tudo no mundo acabam criando em si uma raiz de mudança. Ao frustarem se com a vida podem fazer uso de drogas, afinal, após ver somente o lado ruim, somente a realidade mecânica da máquina vazia que pode ser o ser humano, que graça tem viver no mundo?

“Uma vida não questionada não merece ser vivida.” (Platão)

Algumas pessoas se contentam em viver entre o mundo alienado e o mundo semi-real, outras não, querem descobrir o mundo real, mas não o encontram. Algumas se convencem que o mundo semi-real é o real e que não há nada mais além de uma máquina vazia, no caso de um mundo sem Deus, ou então que Deus brinca com sua criação e podem acumular neuroses que levam a muitas coisas que possam justificar a existência na Terra, não encontram nada de que satisfaça e se afundam mais, vivendo sentindo-se vazios, fazendo coisas bobas e esperando a morte.

“O pior inimigo que você poderá encontrar será sempre você mesmo. ” (Nietzsche)

Outras pessoas escutam rock apenas porque acham legal, talvez elas tenham sorte, apenas escutar rock é muito diferente de viver o rock, de sentir realmente o que a música fala, do que realmente gerou aquela música, alguns só estão escutando rock por conduta gregária, puro teatro, sem ver letras, sem sentir o sentimento, porque em algum momento se identificaram com algo, escutar rock por esse algo identificado deve ser pensado: será esse algo bom ou ruim?

“Acreditar em algo e não o viver é desonesto. ” (Mahatma Gandhi)

Claro que, existe as pessoas realmente más que “encarnam” o rock  em algo do mal e acabam realmente sendo más pessoas, destruindo e arruinando vidas alheias, extravasando a revolta, sendo animais, agindo por instinto, mas também são apenas pessoas com “facetas” do Ego descontando frustrações em algo .

” Todo dissabor nasce do fato de alguém ser um ego. E não é possível contentar o ego. Se eu pudesse libertar-me do ego não haveira dissabor “. (Lao-Tsé – poema 13 do Tao Te Ching)

No fundo tudo que está acontecendo tem um certo equilíbrio, numa “Mistureba Generalizada”, que faz com que “Ainda tenhamos chance. O Sol nasce para todos, só não sabe quem não quer.” (Renato Russo)

“Erros são, no final das contas, fundamentos da verdade. Se um homem não sabe o que uma coisa é, já é um avanço do conhecimento saber o que ela não é.” (C. J. Jung)

“Não são as perdas, nem as quedas que podem fazer fracassar nossa vida, senão a falta de coragem para levantar-nos e seguir adiante. ” (V.M. Samael Aun Weor)

Viva o Rock!

SHDO

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s