Linux

Novidades GNU/Linux

Testei o Ubuntu 10.10 x64, está bem melhor que o anterior, corrigiram várias coisas que irritavam. (Tenho ele instalado num micro bem antigo)

Testei também o Fedora 14 Gnome, está do mesmo jeito, prático, sem frescura e leve e com papel de parede muito bonito, tive problemas com a rede usando ele, com a vantagem de baixá-lo já com o pacote BrOffice instalado e de ter o padrão de configurações iguais ao RedHat, usados em empresas (Tenho ele instalado). Se você quiser um Fedora Server é o RedHat, porém o RedHat é pago, mesmo sendo GNU/Linux, mas existe o CentOS que é como se fosse o RedHat Livre.

E também testei o Fedora 14 Spin LXDE, ficou ótimo para o Live CD carregou muito rápido, mas as ferramentas principais não estão presente, como o bom particionador Gparted. (Deixei ele somente em Live CD, embora seja rápido faltam recursos)

No Fedora 13 existia um problema na ferramenta de adicionar e remover pacotes, ela usa um script em Python (.py) e este script quando perdia a conexão em conexões lentas ficava rodando em memória sem terminar a tarefa, bloqueando a interface gráfica de funcionar novamente, pois o processo do .py bloqueava o acesso do Yum quando acontecesse de criar mais de uma instância. Isso é normal, apenas uma instância, tanto que o APT, Synaptic só executam um por vez, já que mexem no sistema. O que existe de errado é que o script em Python avisava sobre o erro na conexão mas não terminava o script, mantendo-o na memória.

Instalei também o Ubuntu 10.10 Alternate x64, que é o Ubuntu completo. O Java OpenJDK está equivalente ao Java Sun nos testes que eu fiz. Outra novidade é que no repositório do Ubuntu 10 agora tem também o BrOffice e não somente o OpenOffice em Língua Portuguesa. Tem um pequeno problema na interface que configura a rede, ele escreve o etc/…/interfaces ao contrário. Coloca “auto ethx” depois do código da configuração, após inverter manualmente via terminal, reiniciar a rede, tudo funcionou corretamente, o mesmo para a configuração da rede sem fio. Nessa, o Ubuntu me avisou para baixar drivers externos e fez isso automaticamente após a permissão (Tenho esse SO num micro bem novo).

Outros comentários:

Desde o Ubuntu 10, o tema da interface gráfica Ambiance é padrão, no 10.04. Esse tema para Gnome eu já tinha visto no Linux Mint, só que ao invés dos tons laranjas, eram verdes. O Ambiance possui os botões de fechar/maximanizar/minimizar no padrão do Mac OS-X, ou seja, são no lado esquerdo. No Fedora 14 continua com o tema clássico ClearLooks.

No Ubuntu o padrão são dois painéis, um no topo, como no Mac OS-X e um no rodapé como no Windows, no topo fica o menu iniciar personalizado e no rodapé o visualizador de janelas. No Fedora 14 só há o painel no topo com tudo e o menu iniciar no padrão.

Usei por um longo tempo também: Kubuntu 9.04, Ubuntu 10.10 x86, Fedora 12. KDE 4 é muito bonito, mas só para máquinas mais novas é eficiente (máquina mais novas: 3 anos).

É isso.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s