Assistir à TV Emburrece as Crianças

<small>Foto by Mike Webkist</small>
Foto by Mike Webkist

Uma polêmica que está sempre indo e vindo, virou hit com os Titãs (“a televisão me deixou burro muito burro demais”) e é alvo de inúmeros estudos científicos volta à tona a partir de uma nova e enorme pesquisa da Universidade de Montreal, no Canadá: assistir à televisão emburrece as crianças, como mostra reportagem do The Independent. Os cientistas acompanharam 1.314 crianças nascidas em Quebec entre 1997 e 1998, com idades entre 29 meses (2 anos e meio) e 53 meses (4 anos e meio) até chegarem aos 10 anos. Seus pais precisavam relatar quantas horas os filhos assistiam à TV e os professores avaliavam a evolução acadêmica delas, suas relações psicossociais e seus hábitos de saúde. Em média, as crianças de 2 anos assistiam a 8,8 horas por semana à TV e as de 4 anos, uma média de 15 horas por semana. A pesquisa foi publicada nesta segunda-feira no Archives of Pediatrics & Adolescent Medicine.

Os pesquisadores descobriram que os pequenos que passavam mais tempo em frente à telinha eram piores em matemática, comiam mais junk food (comida-lixo) e sofriam mais bullying (agressão física ou psicológica ou ambas recebida de colegas) do que outras crianças.

As descobertas mostram que há evidências científicas de que a TV prejudica o desenvolvimento cognitivo e que o governo canadense deveria limitar o número de horas das crianças em frente à TV. Os pediatras americanos já recomemdam que aquelas com menos de 2 anos não deveriam assistir à TV alguma e as mais velhas deveriam ter um limite diário de 2 horas por dia no máximo. A França já proíbe programas para crianças com menos de 3 anos e a Austrália recomenda que as entre 3 e 5 anos não assistiam a mais de uma hora por dia.

Os cientistas que conduziram o estudo afirmaram que a fase pré-escolar é importantíssima para o desenvolvimento do cérebro e que o tempo em frente à TV é um desperdício e pode levar à aquisição de hábitos ruins. A autora do estudo, Linda Pagani, da Universidade de Montreal, disse que o impacto negativo de se assistir à TV nesta idade permanece por toda a vida.

“Nossa descoberta mostra que esse é um problema de saúde pública e que deveria existir um guia com diretrizes da Academia Americana de Pediatria sobre o número de horas recomendado em frente à TV.”

O psicólogo Aric Sigman, que fez a revisão de 30 estudos científicos sobre TV e computadores, disse que os programas mostrados nos aparelhos modernos têm uma velocidade de edição mais rápida, sons mais altos e cores mais intensas do que nos anos 60 e 70, e que isso afetaria “dramaticamente as nossas mentes”.

Outro estudo sobre o assunto é a da Universidade de Michigan

Hábito crônico de grande parte dos brasileiros, assistir televisão é a atividade sedentária que pode causar mais problemas no coração em futuros adultos. A conclusão faz parte de um estudo feito com crianças americanas e espanholas, que diz que a máquina de entretenimento ainda é uma vilã mais poderosa que video-games e a própria internet.

Para chegar ao resultado – publicado em arquivos de medicina pediátrica e adolescente e divulgado pela revista Time – pesquisadores usaram como parâmetro a pressão sanguínea das crianças, praticando atividades que requerem pouco movimento.

“O comportamento sedentário, especificamente o ato de ver televisão, é relacionado a pressão sanguínea, independentemente do nível de gordura ou peso da pessoa”, explica o doutor Joey Eisenmann, um dos autores do estudo e professor da Universidade de Michigan.

Sabendo disso, as duas variáveis da pesquisa foram o tempo assistindo TV, informação passada pelos pais das crianças, e a medição da pressão do sangue.

Durante uma semana, 111 crianças foram monitoradas realizando atividades do gênero, como ver TV, usar o computador, jogar vídeo-game, ler ou qualquer outra ação sem muito movimento.

O resultado: crianças que assistiam entre 90 e 330 minutos de televisão por dia apresentaram níveis até sete vezes maiores de pressão do sangue do que as crianças que ficavam em frente ao aparelho por menos de meia hora. No geral, cinco horas do dia foram usadas em atividades sedentárias, dentre elas 1.5 hora para televisão, computador e vídeo-game.

Hábito passivo

A Academia Americana de Pediatria recomenda que crianças menores de dois anos não assistam TV e que as um pouco mais velhas não passem de duas horas. De acordo com a pesquisa, no entanto, o diferencial é exatamente a passividade do ato de ver televisão.

O estudo afirma que atividades como usar o computador exigem alguma ação ou movimento. Outra explicação dada pelos pesquisadores é que o ato de ver televisão pode estar associado a ingestão de alimentos, especialmente os muito calóricos.

“Um pacote de biscoito pode desaparecer muito mais rápido enquanto assistimos TV do que em qualquer outra ocasião”, lembrou à Times David Ludwig, diretor do programa Otimize Seu Peso, do Hospital de Boston.

Outra consequência – que não é exclusividade da TV – é o estímulo feito na mente das crianças perto do horário de dormir. O estudo aponta uma perturbação do sono e agitação que não deixa o corpo descansar. “É um estado hipinótico”, resume Ludwig.

A pesquisa traz também como vilões as propagandas comerciais, que na maioria das vezes estimula o consumo de comidas nada saudáveis. Levantamentos anteriores abordados pela Time lembram ainda que 20% das crianças com o perfil estudado desenvolveram hipertensão, frequentemente por ganho de peso.

Os especialistas concluem afirmando que as consequências do hábito de ver TV, em última análise, ocasionam danos que podem levar a doenças do coração na vida adulta. “Não há necessidade biológica de assistir TV na infância”, sentencia o médico David Ludwig.

Lembrando que no Brasil, a participação da televisão nos lares do país subiu de 74%, em 1992, para 94,8%, em 2007, de acordo com a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios 2007 (Pnad 2007), divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) em 2008.

Adaptado de Globo.com e O Dia

Anúncios
Assistir à TV Emburrece as Crianças

2 comentários sobre “Assistir à TV Emburrece as Crianças

  1. Tweets that mention SHDO Blog disse:

    […] This post was mentioned on Twitter by Gabriela Germacotta and Thamara Goulart, Sérgio Henrique. Sérgio Henrique said: Assistir à TV Emburrece as Crianças – http://bit.ly/9sMqLP […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s