Linux

Linux: Primeiras Impressões

Resposta ao artigo: http://www.iotecnologia.com.br/se-linux-fosse-mais-usado/

Não sou inimigo do Linux, eu adoro Linux, mas guardo algumas observações faz tempo e sei exatamente porque ainda o Linux não decolou, nestas frases soltas somente algumas dessas coisas, porque não tive tempo de escrever um artigo com bom fundamento, exemplos, sugestões de melhorias, etc. Mas para  usuário que acaba de sair do Windows e se depara com o Linux é isso:

O Linux ainda falta muuuuuito pra alcançar o Windows. Considerando uma máquina boa, pra entrar na internet e usar office, com hardware bem básico. Vamos a realidade:
1) Começamos que muuuitos fabricantes não se importam com ele.
2) Multimídia no Linux é horrível! Puxa vida, não consegue reproduzir um MIDI sem engasgar, os softwares de edição são imprecisos no tempo.
3) Algumas interfaces gráficas são interpretadas, isso exige um BOM hardware.
4) O root enche o saco! Toda hora tem que ficar falando que tenho permissão e as vezes a interface gráfica não consegue setar as permissões, e aí? Aí temos que fazer por console!
5) Linux não trava, mas dá Kernel looping.
6) Linux não trava, mas as aplicações que dão erros somem da tela sem mais nem menos, simplismente descarregam com todo seu trabalho.
7) Live CD? Só serve pra recuperar senha do Windows, é muuuito lento, por CD-ROM não dá! Mas é muuuuuito com ter um Live CD, isto no Windows falta.
8 ) Não roda programa CAD de qualidade, e as empresas que fazem programas CAD não estão nem aí para o Linux.
9) Comprou hardware novo? Se tiver sorte o Kernel atual reconhece!
10) Precisa entrar numa LAN, hahahahaha, vai ter que fazer por console ou baixar da Internet um programa com interface, mas como Internet se não tenho como entrar na LAN? Algumas distros não vem com a interface gráfica pra gerenciar redes.
11) Firefox rápido? Que isso! Firefox no Windows é bem mais rápido que no Linux.
12) Precisão no mouse? As interfaces gráficas precisam de muito ainda pra alcançar a velocidade de resposta ao mouse.
13) Que fontes são estas na tela? Tudo gigante! Que ícone monstro! ocupa um tantão da área de trabalho!
14) Que beep horrível que ficava fazendo no PC speaker! Como desliga? Reposta por console. E qual o comando? E mais um comando pra memorizar! SO do futuro deve permitir que a carga de memória no usuário seja a mínima!
15) O programa que vc quer instalar não está disponível no Synaptic, não tem apt-get, pronto é o fim! Nossa quanta dependencia! Vixi ainda tem que compilar!
16) Um programa no Linux fica totalmente espalhado, é peça pra todo lado! bin, share, local, opt, que bagunça!
17) Ai, Ai, Ai, O OpenOffice que veio é em inglês! E não tem pra trocar pelo Synaptic, e não deu pra instalar o que baixei em português, porque tem que tirar o em Inglês!
18) MAS é tudo de graça oras! Se queria o quê? Suporte? Então compra ajuda e suporte, oras!
19) Comunidade? Ninguém tem paciência comigo!

20) Vai uma cópia do Linux aí?

Caso verídico, no qual o usuário voltou a usar o Windows! E não consegui mais convencê-lo a mudar de ideia.

Mas não se preocupem tenho uma lista de reclamações sobre o Windows também.
Essa lista mereceu estar no meu blog!!!
Até mais…

Anúncios

11 thoughts on “Linux: Primeiras Impressões”

  1. Sérgio, não leve tão a sério, se levou. Os motivos parecem que foram escritos em um momento de raiva, sem reflexão. Mas pode ser que não.

    De fato os linux ainda tem bastante falhas, mas a maioria das citadas não se aplicam, apesar de ter outros problemas.

    O lance é escolher as suas falhas favoritas, as do Windows ou do Linux 🙂

  2. Obrigado por responder Diogo.
    Eu não levei a sério o artigo não, adorei a brincadeira. Concordo que a maneira que eu escrevi parece transpassar um pouco de raiva, mas não foi isso não, foi porque escrevi correndo, queria agitar pra que mais pessoas fossem comentando e então ver se chegavam no ponto chave que falta para o Linux ser melhor que o Windows.
    Até acho que devia ter mais textos como este para o qual respondi, isso ajuda a termos uma visão ótima para desenvolvimento, maneira de produzir, de criar a filosofia de funcionamento e até da divulgação do produto.

    Gostei do seu lance! Vamos colecionar fallhas!

  3. Sendo assim, o texto é super válido.

    Concordo que lembrar as falhas é tão importante, ou até mais, que das vantagens para a evolução do Linux(e outros). Realmente nos mostra os pontos que precisamos trabalhar para levar o Linux a mais lugares.

  4. Esta foi a resposta de um de nossos leitores ao seu comentário hihi. Abração Diogo e obrigado por ler nosso conteúdo. Seu post/comentário foi admirável, tanto é que gerou toda essa discussão.

    Valeu amigo

    O Linux ainda tem que melhorar muito pra alcançar o Windows. Vamos a realidade:
    1) Começamos que muuuitos fabricantes não se importa com ele.
    Você acha que Vmware, Cisco, D-link, 3Com, DELL , HP, IBM, RED HAT, Google, Petrobrás, e afins Não são grandes empresas ?
    2) Multimídia no Linux é horrível! Puxa não consegue reproduzir um MIDI sem engasgar.
    Instale o Ubuntu 9.04 e se ele travar ao reproduzir um MIDI eu largo a área de info 😉
    3) Algumas interfaces gráficas são interpretadas, isso exige um BOM hardware.
    Depende do que você entende por “BOM hardware”, eu já usei o Xubuntu 9.04 com um K6-II 500Mhz com 192Mb de RAM e uma TNT de 8Mb de VRAM …
    4) O root enche o saco! Puxa vida toda hora tem que ficar falando que tenho permissão e as vezes a interface gráfica não consegue setar as permissões, e aí? Aí temos que fazer por console, que saco!
    O root apenas intervém quando você quer fazer algo que altere de alguma forma o sistema como um todo e nunca vi o Ubuntu 9.04 dá erro nas configurações via interface gráfica.
    5) Linux não trava, mas dá Kernel looping.
    Não compare os efeitos de um Kernel Looping com uma travada + BSOD do Windows.
    6) Linux não trava, mas as aplicações que dão erros somem da tela sem mais nem menos, simplismente descarregam com todo seu trabalho.
    Isso é passado. Use o Ubuntu 9.04 😉 [2]
    7) Live CD? Só serve pra recuperar senha do Windows, é muuuito lento, por CD-ROM não dá! Mas é muuuuuito com ter um Live CD, isto no Windows falta.
    Se via CD é lento não é culpa do Linux, e sim do Processador + drive de CD, já que o conteúdo no CD está compactado e precisa ser descompactado para poder “rodar”.

    Não roda programa CAD de qualidade, e as empresas que fazem programas CAD não estão nem aí para o Linux.
    Programas CAD não rodam ? Realmente o AutoCAD 2009 não roda, mas o 2007 já roda via Wine e fora que há programas CAD de qualidade pra Linux.
    9) Comprou hardware novo? Se tiver sorte o Kernel atual reconhece!
    Se não tiver sorte, basta instalar o driver do fabricante 😉
    10) Precisa logar-se numa LAN, hahahahaha, vai ter que fazer por console ou baixar da Internet um programa com interface, mas como Internet se não tenho como entrar na LAN? Algumas distros não vem com a interface gráfica pra gerenciar redes.
    Use o Ubuntu 9.04 [3]
    11) Firefox rápido? Que isso! Firefox no Windows é bem mais rápido que no Linux.
    Tudo depende do hardware utilizado, quais programas que estão em execução e lembre-se : O Linux gerencia os recursos de forma exemplar, ao contrário do Windows …

    12) Precisão no mouse? As interfaces gráficas precisam de muito ainda pra alcançar a velocidade de resposta ao mouse.
    Kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
    Isso é ridículo ! Você já usou Linux ??? Use o Ubuntu 9.04 [4]
    13) Que fontes são estas na tela? Tudo gigante! Que ícone monstro! ocupa um tantão da área de trabalho!
    Isso é do tempo dos Xorg antigos … Hoje em dia tudo é bem organizado e qualidade a acima de tudo.
    14) Que beep horrível que ficava fazendo no PC speaker! Como desliga? Reposta por console. E qual o comando? E mais um comando pra memorizar! SO do futuro deve permitir que a carga de memória no usuário seja a mínima!
    Eu não sei se você sabe, mas já faz um tempinho que lançaram uma coisa chamada mouse … Isso serve pra gente clicar no “botãozinho” que tá no cantinho da tela, é só clicar que desliga.
    15) O programa que vc quer instalar não está disponível no Synaptic, não tem apt-get, pronto é o fim! Nossa quanta dependencia! Vixi ainda tem que compilar!
    Há dezenas de milhares de softwares nos repositórios, mas há vários softwares que não estão (VMware Server, por exemplo), mas e aí ? É só baixar o pacote e instalar VIA INTERFACE GRÁFICA. Só compila quem quer …
    16) Um programa no Linux fica totalmente espalhado, é peça pra todo lado! bin, share, local, opt, que bagunça!
    Bagunça ?! Pra começar, opt não é mais utilizado, segundo, tudo segue uma lógica : Bin : biblioteca, sbin : bibliotecas do root, e assim por diante … É só parar pra pensar …

    17) Ai, Ai, Ai, O OpenOffice que veio é em inglês! E não tem pra trocar pelo Synaptic, e não deu pra instalar o que baixei em português, porque tem que tirar o em Inglês!
    Se você instalar o ubuntu 9.04 ele virá em português 😉 E se quiser em PORTUGUÊS basta ir no synaptic que lá terá o arquivo com a tradução.
    18) MAS é tudo de graça oras! Se queria o quê? Suporte? Então compra ajuda e suporte, oras!
    No final, alguém paga a conta … Claro que o suporte é pago, mas cabe a voc~e se garantir ao ponto de não precisar de suporte, mas se você é um cara que não entende nada de redes e quiser configurar um servidor Samba + LDAP realmente terá que pagar o suporte.
    19) Comunidade? Ninguém tem paciência comigo!
    É o quê ?! Vá no fórum do clube do hardware e veja se alguém fica sem resposta … Faça o mesmo no Viva o Linux …
    20) E muito mais, estou sem tempo pra escrever mais e perder mais tempo com isso.
    Mas não se preocupem tenho uma lista de reclamações sobre o Windows também.
    Se você não tem tempo “pra perder” e ajudar a construir um software ainda melhor , é você quem sabe … Mas no linux temos essa possibilidade já no Windows …

  5. Eu uso Ubuntu 9.04, é a melhor distro que encontrei até agora!

    Mas usei também o Fedora 6, Kurumin 7, Ubuntu 8 e até o antigo TechLinux.
    O MIDI realmente engasga no Linux, esqueci de dizer que é em software editor de MIDI, tipo Hydrogen, mas não só ele, todos que testei.

  6. Resposta postada lá no blog http://www.iotecnologia.com.br/se-linux-fosse-mais-usado/

    Muuuuuito bem, foi isso que eu quis provocar, discussão, só assim para chegarmos a uma conversão sobre o que realmente falta no Linux e porque ele ainda não decolou.
    Mas ainda faltam críticas construtivas, só dizer que gosto mais do Linux do que do Windows não resolve, tem que ser: O que na usabilidade do Linux é diferente na do Windows? O que mais deixa chateado ao usar o Windows? Se for só raiva da Microsoft não vale, eles tem um produto realmente ótimo, não tem como discordar, se não o Linux tinha passado eles faz tempo.
    Quais são os exemplos de trabalhos feitos só em Linux? Estou falando de Linux Desktop, aquele para usuário final, não server, aquilo que foi inteiramente feito em um software livre rodando no Linux, no qual possamos dizer: -Nossa em que programa você fez isso? Ficou ótimo! Onde você acho este efeito? Onde editou isso?

    Entenderam mais ou menos aonde quero chegar?

    Eu uso Ubuntu 9.04, é a melhor distro que encontrei até agora! É esta é sempre a versão que utilizo para Linuxzar outras pessoas, é com ela que tento conquistar e manter as pessoas usando ela.

    Mas usei também o Fedora 6, Kurumin 7, Ubuntu 8 e até o antigo TechLinux.
    O MIDI realmente engasga no Linux, esqueci de dizer que é em software editor de MIDI, tipo Hydrogen, mas não só ele, todos que testei.

    Eu não levei a sério o artigo, adorei a brincadeira. Concordo que a maneira que eu escrevi parece transpassar um pouco de raiva, mas não foi isso não, foi porque escrevi correndo, queria agitar pra que mais pessoas fossem comentando e então ver se chegavam no ponto chave que falta para o Linux ser melhor que o Windows.
    Até acho que devia ter mais textos como este para o qual respondi, isso ajuda a termos uma visão ótima para desenvolvimento, maneira de produzir, de criar a filosofia de funcionamento e até da divulgação do produto.

    Valeu pessoal!

  7. Resposta publicada no blog: http://www.iotecnologia.com.br/se-linux-fosse-mais-usado/

    Mas mesmo com esta política suja, eles tem um SO desktop melhor do que o Linux para usuários finais:

    Mais fácil de aprender
    Não depende de comandos
    Não existe várias interfaces gráficas que podem variar de uma distro para outra

    Sei que interpretou do modo que estou dizendo que um é inferior ao outro mas não é isto que quero que se torne a discussão, se não não haverá ganhadores e pode-se discutir qual é o melhor por muito tempo, ainda mais se entrarmos no mérito de Inodes (organização da partição), gerenciamento de memória, sistema posix. E provavelmente se entrarmos nesse método o Linux ganhará, mas vamos manter o foco n interface gráfica, que é o que o usuário final enxerga, pra ele o SO é aquilo.

    A provocação é: enxergue onde as falhas do Linux estão, falhas que o deixam pior do que o Windows. Se o Windows copia, está copiando somente a parte boa. Que tal o Linux copiar a parte boa do Windows? (nossa essa vai dar o que falar!)

  8. Mais uma resposta publicada no blog: http://www.iotecnologia.com.br/se-linux-fosse-mais-usado/

    @Danilo Augusto
    Hoje em dia o Windows Server está tão confiável quanto, já grandes empresas (e até achei um absurdo) na hora de escolherem optarem por Windows Server ao invés de Linux.
    E embora achasse que iam ter problemas, pelo contrário o sistema tem um ótimo desempenho, pois fui conferir no que deu, claro. Agora respostas aos itens de sua lista:

    Realmente temos esse problema no Windows: Para alguns programas temos que reiniciar o micro, na verdade se o programa é grande provavelmente você terá que reiniciar.

    O Windows não dá mais telas azuis! Desde o XP! Também nunca peguei um reboot súbito nestas versões novas, ele tem log sim, fica em Ferramentas Administrativas – Gerenciamento do Computador, etc.

    SIM o Windows tem uma atualização muito lenta, demoram muuuuuuuito para corrigir uma coisa que te atormenta por um bom tempo, é horrível!

    É o que dá fazer programa integrado usando serviços de outro programa.

    Este foi o Windows em todos os itens e é o Windows em alguns itens dessa sua lista.

    —-
    Precisamos de fatos atuais e concretos.

    Sei que não usa muito o Linux Desktop, mas gostaria de textos sobre ele: O que afasta você de usar o Linux Desktop? Como disse lá atrás que não usa o Linux desktop, então deve usar Windows ou Mac, então, o que afasta vc de usar somente Linux para tudo?

  9. “O Windows não dá mais telas azuis! Desde o XP! Também nunca peguei um reboot súbito nestas versões novas, ele tem log sim, fica em Ferramentas Administrativas – Gerenciamento do Computador, etc.” – Se você me provar que o Windows não dá mais problema, dou minha cara a tapas !

    Esses são fatos atuais e concretos sim !

  10. Antes de mais nada, meu statu quo: Uso Mac OS X para editar e criar vídeos, animações, músicas e imagens. Uso Windows para programar e para “vadiar” na internet, já que os melhores programas para este último estão no da Microsoft (Window Live *..). Uso Ubuntu sem interface gráfica. Ele fica em uma máquina no canto do meu quarto e é o servidor para minhas aplicações web, o filtro para acessos indesejados (Firewall) e o distribuidor de internet para minha intranet (com caches para deixar as coisas mais rápidas). Para minhas necessidades, não tenho o que reclamar de nenhum dos sistemas, principalmente do Mac OS X (que é quase perfeito!). Para mim a Maça é a melhor: Aplicações .app, arrastou instalou, você consegue recuperar HDs sem uma linha de comando, tudo é muito mais fácil, simples e descomplicado, é Interface gráfica levada realmente a sério. Bom, mas como a conversa (briga) é sobre Windows Vs. Linux, deixarei o Mac de lado a partir deste ponto.

    Acho que o Linux para desktop é uma alternativa “quebra-galho” para os que não podem usar, por algum motivo estranho, o Windows. Uso a versão Seven e estou muito satisfeito com todos as plágios que a Microsoft fez do Mac. Não ficou igual, mas tentou chegar bem perto. Como nosso amigo @Danilo Augusto disse, acabamos nos acomodando com o jeito Windows de abstrair o computador. Mas essa acomodação não é tão ruim do ponto de vista dos usuários, afinal: Eles sabem usar o computador! Conseguem executar suas tarefas diárias, fazem coisas de alto nível de abstração sem precisar saber realmente como o computador funciona, sem precisar saber se seu HD está configurado para Master ou Slave, ou saber qual é a arquitetura do seu processador na hora de baixar um programa qualquer que “não esteja no repositório oficial”.
    Acho que de todos os pontos fracos do Windows, o único que realmente pode ser levado em consideração é de ele não utilizar de forma eficiente os recursos de hardware, pedindo muito mais do que de fato um sistema operacional moderno precisaria para funcionar.
    Windows tem ln -sf (mklink), tem terminal com linguagem de script poderosa (Power Shell), tem log de sistema (Administrative Tools->Event Viewer) e tantas outras coisas que o pessoal prontamente sai falando que é #fail do Windows. É chato não ter acesso a outros sistemas de arquivo que não seja o velho NTFS ou o vovô FAT, mas considerando que NTFS é o único FS que roda em alto desempenho tanto no Linux como no Mac, isso acaba não sendo um problema e sim uma vantagem.
    De modo geral enxergo assim: No Windows você consegue fazer com muita facilidade coisas fáceis, mas para coisas mais bizarras você irá precisar ser no mínimo um aprendiz de expert. Já no Linux é um pouco mais complicado fazer assim “de cara” coisas fáceis, porem fazer coisas mais complicadas (se comparado com o jeito Windows de fazer) são mais simples. De todo modo o Linux não me parece muito intuitivo para os não entusiastas da informática. Aquele ou aquela pessoa que simplesmente gosta de vadiagem na internet, depois de perceber que sua webcam não funciona no Linux, e mesmo que funcionasse, o Pidgin não aceita conversa com vídeo/audio pelo MSN (aMSN nem conta..), e todos seus amigos usam o tal do Messenger! Iria ficar triste e frustrado por ver que aquele jogo que tanto gosta, e que todos seus amiguxos estão jogando online, não tem versão nativa para Linux. Linux não está pronto para o chamado “usuário final doméstico comum”, pois não supre todas as necessidades desse sujeito.
    O Linux funciona muito bem para as pessoas que usam como uma segunda opção, sempre mantendo o Windows. Normalmente faz sucesso entre aqueles que gostam de usar coisas novas, saindo do convencional.

    Mas Linux é ótimo! Ele sabe muito bem usar sagazmente os recursos de hardware do computador. Simplesmente um ninja, é impressionante o gerenciador de memória, como funciona muito bem! Vou dar um uptime no meu servidor aqui:
    nic@nic:~# uptime
    17:39:57 up 128 days, 16:11, 1 user, load average: 0.00, 0.00, 0.00
    Essa é a parte que adoro e considero mais evoluída no do Pinguim. 128 dias sem reiniciar, sem travar, simplesmente funcionando! Sem falar que as melhores ferramentas dele são baseadas em modo texto, então eu consigo controlar tudo remotamente pelo PuTTY. No quesito segurança e confiabilidade o Linux não deixa a desejar, e eu acho que ele seja o TOP neste assunto atualmente.

    O Linux e o Windows são excelentes sistemas! Gosto muito dos dois. Mas cada um com sua função. Linux pra Desktop em full-time não rola! A não ser que você queira abrir mão de várias coisas, de vários prazeres da informática, apenas para dizer que é “livre”. E que eu questiono: Que liberdade é essa que no fim das contas te limita? Liberdade é poder escolher que sistema operacional quer usar, e quando quer usar. :¬]

    Penso que seja isso que meu amigo @Sérgio Henrique está sabiamente dizendo a todos nós.

    Parabéns a todos pelos ótimos comentários.
    @Danilo Augusto, @Diogo Souza e principalmente ao @Sérgio Henrique por ter levantado essa conversa construtiva.
    Um Abraço a todos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s