Informações

Menos do que Resumo do Periferia.com

Assisti a estréia do documentário Periferia.com na TV Cultura e anotei algumas frases chaves que definem algumas partes do documentário:

O documentário Periferia.com mostra a expansão das LAN-House nas periferias e como as comunidades estão reagindo a isto. Mais informações no site: http://periferiapontocomdocumentario.blogspot.com/

-A rádio anuncia: pode pedir seu som, se a gente não tiver baixamos aqui da internet e logo você pode curtir seu pedido.

-Estão “digitalizando” a infância.
-As crianças soltam pipa pelo computador!

-Crianças pequenas são usuários também.

-Mães deixam seus filhos na LAN para ir trabalhar.

-As Crianças que vivem em LAN depois fazem os movimentos dos jogos quando estão em casa.
-Uma das crianças diz para a mãe que se sente dentro do computador.

-As LAN são montadas com muita gambiarra

-Muitos montaram a LAN e não sabiam nada sobre computadores, decidiram montar uma LAN-HOUSE, compraram as máquinas e pronto.

-Preferem jogar Counter Strike do que jogar bola

-Quando perguntado numa classe de aula se ir na LAN trouxe benefícios para a vida quase todos concordam que não traz nada de bom.

-O professor diz que não vê melhora na parte escolar das crianças que vão na LAN.

-Uma cabeleleira usa a web can pra transformar o monitor num espelho e ela tem um são junto com uma LAN.

-A informática não foi criada para ensinar a ler.
-Uma das Conclusões: Ninguém está a fim de ler.

-Ninguém pode exigir que uma LAN seja educativa, é um empreendimento e não uma escola.

-Os mais citados: MSN e Orkut.

-Salas de chat, pontos de cultura, não adianta nada para educação, isto não é inclusão digital.

-Na LAN, quanto a pornografia, a maioria respeita os outros pois estão um do lado do outro e acabam não entrando em sites pornográficos.

-As músicas mais ouvidas são do estilo RAP.

-Jogos em primeiro lugar, Orkut em segundo.

-As pessoas abrem LAN como abrem “buteco”, assim como era com os fliperamas.

-Quando acaba o dinheiro a mulecada levanta e vai ver os outros jogarem.

-Na periferia não tem lugar, então as crianças vão na LAN brincar.

-Quando se não tem um ginásio, um lugar para esportes, existe um grande potencial para LAN houses.

-O que mais se plorifera na periferia é: igreja, LAN-HOUSE e Bar.

-A igreja tira o dinheiro da mãe, a LAN tira dinheiro dos filhos e o bar tira o dinheiro dos pais.
É tudo “bitolado”.

-Sem LAN é sem acesso a informação, com LAN dá o acesso, mas as pessoas não aproveitam.

-Os caras falam “abaixá”!

-As pessoas procuram internet para sair pro mundo, você fala como se fosse para o mundo, não é nada além disso.

-Em cada linha no site da internet, em cada programa da TV, é de certo:  Nós sempre vemos aquilo nos querem passar.

É isto! É um documentário muito bom, se tiverem a oportunidade de assistirem, assistam vale a pena.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s